• Clarissa Ferreira

Tem um bichinho de estimação mas quer viajar? Um petsitter pode ser a solução!


Para viajantes inveterados, ter um bichinho de estimação em casa não soa uma boa ideia, afinal quem vai cuidar do seu filhote peludo quando bater aquela vontade doida de cair na estrada… de novo!?

Pessoalmente, nunca considerei a hipótese de não ter meus bichinhos para alegrar a minha casa, mesmo sendo uma mochileira viciada que já escutou muito por aí que pra quem tem animais, viajar é uma missão quase impossível. Sendo assim, tratei de trazer meus dois gatos do Brasil até Singapura e não me arrependo.

Minha casa precisa dos meus gatinhos para ser um lar de verdade e, assim como eu, muita gente não resiste à presença deliciosa de um animal de estimação. E tudo bem! Você ainda vai poder explorar bastante esse mundão de Deus, basta um pouco de planejamento, mente aberta e algumas dicas que eu vou dar agora!

Se você ainda não ouviu falar em Petsitting, então se liga porque isso ainda vai salvar as suas férias! Há toda uma comunidade de pessoas ao redor do mundo dispostas a cuidar da sua casa e dos seus filhotes em troca de hospedagem 0800. Há diversos sites que colocam viajantes e donos de animais em contato, sendo o Trusted Housesitters um dos mais populares.

Pode parecer uma ideia maluca abrir sua casa a completos estranhos, mas como eu falei lá em cima: mente aberta, pessoal! Exitem diversas maneiras de escolher a pessoa ideal para cuidar dos seus bichinhos. Cadastrando-se nos maiores sites de House & Pet Sitting você tem acesso ao perfil completo dos "candidatos", assim como a avaliações de anfitriões anteriores.

Outra maneira de encontrar possíveis candidatos com ótimas referências é através de blogueiros e nômades digitais. Existe uma infinidade de sites e blogs de viajantes que estão na estrada e trabalhando ao mesmo tempo e, para eles, a oportunidade de passar um tempo sem pagar estadia cai como uma luva. Comece a seguir seus blogueiros preferidos, veja por onde eles andam e entre em contato para saber se eles têm experiência em petsitting e se há interesse em ficar na sua casa durante as suas férias. Você vai se surpreender com as respostas!

Fique de olho também no seu círculo de amigos, pois muitas vezes a solução está do seu lado e você nem percebe. Quem sabe um conhecido de outra cidade não está querendo sair de férias sem gastar muito? Ou aquele amigo que ainda mora com os pais está doido por um pouco de privacidade? Ou até mesmo um familiar disposto a quebrar um galho pra você…

(Assista: "Gatos chegam em Singapura do Brasil")

Para cuidar da nossa casa e dos nossos dois gatos durante a nossa última viagem, tivemos a sorte de contar com a ajuda da Nat e do Rob, criadores do site de viagem Love & Road. Eu sabia que eram experts no assunto, pois já acompanhava a trip deles há tempos e esse POST completíssimo que eles escreveram sobre petsitting deixou claro que eram o casal ideal. Depois de uma breve troca de emails, acertamos as agendas, eles vieram pra cá e nós viajamos tranquilos pra Índia sabendo que nossos peludos estavam em boas mãos.

(FOTO: Nossos petsitters Nat e Rob curtindo a companhia do Sushi e da Mixirica

enquanto a gente curtia a Índia)

Seja um amigo próximo ou um completo desconhecido, o que importa é que seja alguém que te inspire confiança e passe comprometimento e responsabilidade total com a missão de cuidar não só da sua casa, mas dos seus bichinhos de estimação. Se você está planejando encarar essa experiência pela primeira vez, aí vão algumas pequenas dicas que podem te ajudar a escolher a pessoa certa e a viajar tranquilo:

  • Tenha certeza de que a pessoa escolhida tem experiência com animais e, claro, goste deles. Cuidar de animal de estimação dá mais trabalho e requer mais atenção do que apenas cuidar da casa. Quem tem ou já teve bicho vai saber tratar, brincar e dar atenção melhor aos seus filhotes.

  • Se o seu animal de estimação precisa de cuidados especiais como tomar remédios, por exemplo, deixe isso bem claro desde o início das negociações. Nem todos estão dispostos a encarar a responsabilidade de cuidar de um bichinho doente ou idoso e é seu dever avisar de antemão para evitar mal entendidos.

  • Deixe bem explicado ao seu petsitter quais serão suas tarefas ao invés de partir do princípio de que ele já sabe naturalmente o que fazer. Explique os horários que seu animal deve comer (e o quanto deve comer), passear, se é preciso dar banho ou escovar, cortar unhas, etc… Deixe o brinquedo favorito do seu bichinho à mostra e explique como eles gostam de brincar e de se exercitar.

  • Não viaje sem deixar com o petsitter os contatos do veterinário do seu animal e o endereço da sua petshop preferida. É importante que ele saiba onde encontrar o que seu bichinho gosta e precisa.

  • Deixe uma chave da sua casa com algum familiar ou amigo próximo para o caso de alguma emergência e coloque-o em contato com seu petsitter. Você nunca sabe quando estará incomunicável durante a sua viagem.

  • Por fim, seja um bom anfitrião! Deixe com seu hóspede uma listinha de endereços úteis nas redondezas da sua casa como mercados, farmácias, restaurantes, bares, padarias, etc. Se ele for de fora, sugira algumas atrações e programas turísticos para fazer. Se possível, tente passar um tempo com ele antes ou depois das férias. Quem sabe trazer uma lembrancinha da viagem? Não importa o quanto seu hóspede economizou ficando na sua casa, o carinho com o qual tratou do seu lar e do seu bichinho merece ser reconhecido e recompensado em forma de gentilezas. E no fim das contas, esse pode ser o nascimento de uma nova e duradoura amizade.

Ainda tá na dúvida de como petsitters podem ser "donos postiços" incríveis? Então dá só uma olhada neste VÍDEO de encher o coração! Vai dizer que você não viajaria tranquilo sabendo que seu animal de estimação está sendo tratado com tanto carinho?


© 2013 by A Culpa é do Fuso Proudly created with Wix.com